Cinco sentidos: Audição e infância

abril 25, 2022

Na Educação Infantil muito se fala sobre a aprendizagem por meio de experiências, mas de que forma estas experiências se tornam significativas e se transformam em aprendizagem efetiva? Desde que nascemos, ou até mesmo antes, estamos envolvidos por sensações e experiências que se manifestam por meio dos sentidos. Os órgãos dos sentidos são canais importantíssimos para o desenvolvimento integral do ser humano, pois recebem informações do ambiente e as levam até o cérebro e precisam ser cuidados de maneira muito especial.

É na primeira infância que devemos ficar atentos a estes canais que nos permitem sentir o mundo e realizar com frequência as avaliações sugeridas pela escola, pediatras e especialistas. A prevenção sempre será o melhor caminho!

Vamos começar falando da audição? Seu filho já realizou uma avaliação auditiva? Certamente sim, pois após o nascimento, ainda no hospital, é feito o teste da orelhinha, o qual tem o objetivo de verificar se há algum grau de surdez no bebê. Mas, depois disso, em que outro momento a audição foi reavaliada?

A audição é fundamental em todo o processo de desenvolvimento, principalmente por estar ligada à fala e a linguagem. A diminuição da audição, especialmente em crianças, pode ocasionar prejuízos variados. A audibilidade, ou capacidade de ouvir interfere de forma determinante no processo de desenvolvimento global. O efeito da privação sensorial auditiva reflete bruscamente de forma muito acentuada as esferas educacionais, emocionais, sociais e, sobretudo, da linguagem. O desenvolvimento da linguagem depende do funcionamento normal dos processos auditivos e de uma boa audição.

O que consideramos uma boa audição?

 

Os parâmetros dentro dos padrões de normalidade, diagnosticados por fonoaudiólogos através de testes audiométricos, realizados por meio de aparelhos eletrônicos como a audiometria, logoaudiometria, imitânciometria, audiometria de potenciais evocados auditivos e otoemissões acústicas. Os tipos de testes devem ser de acordo com a faixa etária e a cooperação da criança. Esta avaliação pode ser feita em todas as fases do desenvolvimento infantil.

As principais causas das alterações auditivas e diminuições temporárias da audição são resultantes de inflamações do ouvido, muitas vezes, consequência de algum resfriado, infecção respiratória, entre várias outras causas. Acomete em maior escala as crianças, pelo fato da anatomia ser consideravelmente menor e com angulação que facilita as secreções vindas da nasofaringe, parte posterior do “nariz”, com (corizas, mucos) pelo canal (tuba auditiva) e se instalar no ouvido, conhecidas como as otites médias.

Atrasos no desenvolvimento da oralidade, trocas de fonemas, dificuldade de comunicação, compreensão, atenção, concentração e de aprendizagem podem ser alertas de um problema auditivo. É extremamente importante o diagnóstico adequado para não se ter maiores alterações, sendo impreterível uma avaliação em equipe, na qual, inicia-se com o médico otorrinolaringologista e após, fonoaudiólogo especialista em audiologia clínica que saiba realizar todos os exames primordiais no parecer fonoaudiólogico de acordo com a idade da criança.

É responsabilidade da escola orientar os pais a ficarem atentos a este aspectos do desenvolvimento e solicitar as triagens preventivas.

Mesmo observando que a criança ouve bem, é necessária uma avaliação minuciosa para identificar a qualidade da escuta e o processamento das informações. Para crianças a partir dos cinco anos, o exame de processamento auditivo central (PAC) pode ser solicitado por profissionais da área para identificar algum atraso ou dificuldade de aprendizagem, em especial na fase da alfabetização.

Algumas perdas auditivas podem ser reparadas, porém, outras não. A protetização muitas vezes é necessária para garantir a qualidade de vida e relações sociais de crianças ou adultos.

Cuidar da saúde auditiva das crianças é uma prioridade!

Eloise BrustolinDiretora pedagógica do Espaço da Criança. Pedagoga, mestre em educação, psicopedagoga clínica e institucional, especialista em desenvolvimento infantil.

Deixe um comentário
Festa de Encerramento 2021Dia das Mães 2022

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.